POVO BALATIPONÉ-UMUTINA : Presente – Passado – Futuro

Foto: Mário Friedlander POVO BALATIPONÉ-UMUTINA : Presente - Passado - Futuro O povo indígena Balatiponé-Umutina está localizado no município de Barra do Bugres, Estado de Mato Grosso/Brasil. Autodenomina-se “Balatiponé”, que na língua quer dizer “povo novo, atual” e para os antepassados era empregado o termo “Boloriê”. Antigamente, era mais conhecido como “barbados” por fazer o uso de barbas e cavanhaques que podia ser natural ou feito de pelo de macaco bugio. As primeiras notícias históricas da existência do povo datam de 1797 e apontam que as aldeias estavam localizadas na foz do rio Sepotuba, afluente do rio Paraguai.

Publicidade

Comunidades Quilombolas de Barra do Bugres: Memórias, saberes e fazeres.

Por iniciativa da escola José Mariano Bento, o Museu Casa Borges de Barra do Bugres, MT, apresenta, em sua quarta exposição virtual: “Comunidades Quilombolas de Barra do Bugres: Memórias, saberes e fazeres”. A exposição retrata um pouco da história das comunidades do Território Vão Grande e Água Doce, suas belezas e suas lutas, contadas por meio de fotografias, mapas, textos, narrativas e entrevistas.

BARRA DO BUGRES: NATUREZA, HISTÓRIA E CULTURA

Nesta nossa terceira exposição virtual, o Museu Casa Borges vem apresentar o que Barra do Bugres tem de mais bonito e importante. Com a contribuição de vários fotógrafos, profissionais e amadores, que cederam suas fotos para esta exposição, buscamos mostrar o olhar desses fotógrafos, visitantes ou moradores da cidade, que registraram a natureza, a história, … Continue lendo BARRA DO BUGRES: NATUREZA, HISTÓRIA E CULTURA

ESPECIAL MULHERES

omemoração, um marco de luta por dignidade, igualdade entre gêneros e por uma sociedade verdadeiramente justa e democrática! O mês de março é considerado o mês da mulher. Mas sabemos que não é só esse mês que podemos tudo, não é mesmo minhas caras? O “dia da mulher ” celebrado simbolicamente em 8 de março, não é uma data comemorativa comercial nos calendários, seu significado vai muito além disso! Sendo iniciado nos anos 60, o movimento feminista ganhou corpo, em 1975 o “8 de março” foi reconhecido oficialmente pelas nações unidas. A data nasceu da força, coragem e resistência das mulheres que iniciaram e enfrentaram aquilo que ja não mais lhe cabiam e fizeram acontecer, deixando de lado palavras e conversas miúdas, foram pra cima e conquistaram, assim seguem até hoje conquistando tudo o que querem, sendo mais fortes e revolucionárias quebrando tabus e visões pré definidas por uma sociedade machista e patriarcal, queremos o respeito e reconhecimento por quem realmente somos, não pelo que dizem que somos. Logo então o Museu Casa Borges estaria trazendo no mês de março nos dias 25 e 26 uma exposição de imagens das fortes mulheres da nossa cidade Barra do Bugres representando TODAS as mulheres. Homenageando a todas com um grande carinho e respeito.